4-passos-para-uma-boa-organização-financeira

4 passos para uma boa organização financeira

In Gestão Financeira by Gabriel Figueiredo da Silva0 Comments

Você possui algum controle ou planejamento financeiro na sua empresa? São realizados acompanhamentos e análises periódicas nesta área?  

Se você respondeu “não” para alguma dessas perguntas, isso significa que seu negócio tem ou poderá ter problemas relacionados à uma desorganização das finanças! Ter controle sobre esta área é muito importante, pois ela define o quão rentável e sustentável financeiramente é sua empresa. Para auxiliá-lo, reunimos 4 atitudes que o empreendedor deve ter para garantir um bom retorno do seu negócio: 

Registre todas as entradas e saídas de caixa
Registrar tudo aquilo que entra e tudo o que sai é pré-requisito básico para ter uma boa gestão financeira. A ferramenta adequada para executar tal atividade, é o Fluxo de Caixa.

Por meio de uma planilha simples de fluxo de caixa é possível registrar informações como data,conta (conta corrente ou caixa físico), transação a vista ou a prazocentro de custosdescrição,nº dos comprovantesnº da parcela (se for o caso), valor e etc.

Depois de um certo período de tempo – um mês por exemplo – fazendo estes registros, você já terá um melhor conhecimento das movimentações financeiras do seu negócio. Essas informações, por sua vez, serão constantemente essenciais para auxiliá-lo na tomada de decisão cotidiana.

Crie um orçamento
Se você já desenvolveu um bom conhecimento sobre a situação financeira do seu negócio, o próximo passo é elaborar um orçamento. Mas por que um orçamento? Por dois principais motivos: ter um guia para controlar os custos e ter um apoio para tomar decisões para o futuro (ex.: decisão de investimento, empréstimo, etc.).

Um orçamento deve conter basicamente, expectativas de receitas e custos para um período a frente, e cenários distintos (pessimista, realista, otimista). Conforme se realizam os custos e receitas, são feitas novas análises para identificar se a empresa está passando pelo cenário pessimista, realista ou otimista previstos anteriormente. A partir disso, tomam-se decisões para reverter a situação (pessimista) ou potencializá-la (otimista).

Poupe mais
Que toda empresa precisa manter distância do prejuízo todos já sabem, mas será que isso basta? A resposta é não. Mais do que isso, é preciso pensar no futuro. Se a sua empresa quiser investir em infraestrutura, prevenir possíveis perdas, entre outras coisas, precisará de capital.

O endividamento muitas vezes é uma boa forma de obter este capital, mas não dá para contar com empréstimos para toda e qualquer necessidade financeira. Por isso, pense em poupar, ou seja, gaste hoje menos do que realmente poderia gastar.

Um exemplo: se a sua empresa não tem como estratégia a poupança constante e acontecer algum tipo de perda devido à uma catástrofe natural, ou um assalto, como contornar essa situação e manter a empresa em funcionamento? Uma pequena porcentagem economizada periodicamente pode fazer uma grande diferença no futuro.

Faça análises periódicas
Tudo o que foi abordado anteriormente contempla a estruturação das finanças e o planejamento para o futuro, ou seja, a estratégia financeira. Mas além disso, existe outra atividade muito importante para a empresa que deve ser realizada pelo gestor financeiro: a análise de resultados.

Nesta análise incluem-se muitos aspectos e é tarefa do gestor definir quais terão mais importância de serem estudados. Alguns pontos importantes para serem analisados são: Planejado x realizado,evolução do fluxo de caixa ao longo do anoacompanhamento de índices financeirosestudo das causas das oscilações financeiras (Ex.: na existência de sazonalidade das vendas, o que causa isso? Como lidar com os períodos de pouca venda?), entre outros.

Esperamos que as dicas tenham sido úteis e esclarecido a importância de uma gestão financeira bem organizada. Conte com a Ação Júnior para estruturar e aprimorar suas finanças com nosso Plano Financeiro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Gabriel Figueiredo da Silva
Diretor de Gestão de Pessoas e graduando do curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Santa Catarina
Gabriel Figueiredo da Silva

Gabriel Figueiredo da Silva

Diretor de Gestão de Pessoas e graduando do curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Santa Catarina
Gabriel Figueiredo da Silva

Últimos posts por Gabriel Figueiredo da Silva (exibir todos)

Leave a Comment