arquetipos-de-jung-alavanque-seus-resultados-unindo-psicologia-e-marketing

Arquétipos de Jung: alavanque seus resultados unindo Psicologia e Marketing

In Marketing by Farid Londono0 Comments

Carl G. Jung é o pai da Psicologia Analítica, cujos estudos centrais foram a individuação, os símbolos, o inconsciente pessoal, o inconsciente coletivo, os arquétipos, os complexos, a persona, a personalidade extrovertida e introvertida, entre outras coisas.

Os arquétipos de Jung, particularmente, são ferramentas de comunicação extremamente interessantes, as quais envolvem a psicologia humana e podem ser utilizadas para obter resultados incríveis na sua organização.

Esses arquétipos são 12 “definições” ou “segregações” da personalidade humana, tendo o intuito de, ao serem aplicados, gerar empatia no público, fazendo com que se identifiquem com aquela forma de comunicação e se sintam atraídos pelo seu produto ou serviço.

A definição literal para arquétipo é: “modelo ou padrão passível de ser reproduzido em simulacros ou objetos semelhantes”; cabe destacar que esse conceito reforça o fato dos arquétipos desenvolvidos pelo Jung buscarem encontrar um padrão entre a empresa e o seu público, facilitando a interação entre os dois.

Estes 12 Arquétipos são: O Herói, O Sábio, O Fora da Lei, O Explorador, O Mago, O Inocente, O Cara Comum, O Governante, O Amante, O Criador, O Bobo da Corte e O Prestativo.

Em um artigo da Harvard Business Review, o professor John Deighton comenta que: “à medida em que a atividade de Marketing muda cada vez mais rapidamente para novas plataformas sociais, o desafio para os profissionais de Marketing é não deixar seus métodos se desatualizarem das coisas fundamentais da natureza humana. Em tempos revolucionários, o futuro do marketing, assim como seu passado, deve ser moldado pelas realidades duradouras de como as pessoas pensam, percebem, sentem, decidem e agem.”

É aqui que os arquétipos entram. Lembra daquele professor de pré-vestibular que cativava de um jeito “mágico”? Ele conquistava seus alunos de uma maneira singular, e é isso que os arquétipos facilitam com o seu público, dando um senso de familiaridade e empatia.

E para definir o arquétipo que mais representa a sua empresa, deve se perguntar qual o objetivo que sua marca quer conseguir ao se comunicar? Quer provocar felicidade? Segurança? Coragem? Inspiração?
Abaixo explicamos brevemente cada arquétipo e como ele é comunicado:

O Cara Comum
O Cara Comum busca ajudar as pessoas a se sentirem bem assim como elas são, ele sendo alguém genuíno, que entende nosso dia a dia.

Sendo um arquétipo presente em bastantes segmentos da sociedade, ele costuma ser o mais democrático. Ele está frequentemente associado aos sentimentos amenos e tranquilos, não expõem suas convicções e assim preservam sua identidade na multidão. Ele não quer se destacar, mas sim se enquadrar num esquema em que se sintam parte integrante de maneira efetiva.

O Cara Comum aparece em marcas acolhedoras, que buscam passar simplicidade na sua comunicação.
Exemplos de marca:

  • Maizena – “Há mais de um século Maizena é a preferida das mamães”,
  • Havaianas – “Todo mundo usa”; www.youtube.com/watch?v=8di7sp98yQI

O Prestativo
O Prestativo busca, simplesmente, ajudar os outros. É uma pessoa que trabalha por algo maior que ela mesma, tendo como objetivo principal sustentar e proteger o que for preciso. A sua missão é fazer o bem, e é assim que consegue empatia das pessoas. Por último, cabe destacar que seu altruísmo, sua generosidade e sua compaixão prevalecem em todo tipo de comunicação.

O Prestativo costuma aparecer em marcas relacionadas à prestação de serviços, tanto para indivíduos quanto para organizações, corporações e firmas.
Exemplos de marca:

  • Buscapé – “Busca inteligente, compra consciente”
  • Uber – “Evoluindo a maneira que o mundo se mexe”
  • Amazon – Amazon Go (um modelo de mercado que a Amazon está desenvolvendo www.youtube.com/watch?v=NrmMk1Myrxc)

O Governante
O Governante é uma pessoa que sempre está no controle das coisas, visando a estabilidade e a ordem em tudo que se envolve. É uma pessoa responsável que gosta de regras e estruturas, sendo visto como um personagem que oferece a solução quando o problema é improdutividade e desorganização.

As marcas que buscam esse tipo de público e se desenvolvem como Governantes, resguardam e encorajam a administração desses encargos de modo adequado, reafirmando o poder, o prestígio e o status do cliente ou do consumidor.
Exemplos de marca:

  • American Express – “Não vá embora de casa sem ela”
  • Volvo – “Pra vida”
  • Microsoft – www.youtube.com/watch?v=I73sWVYBxAI

O Inocente
O Inocente busca ajudar as pessoas a manter ou renovar a fé das pessoas, através da transparência e a lealdade, sempre estando do lado da justiça. Junto com isso, se comportam de maneira previsível, causando conforto.

As marcas que apresentam esse tipo de público costumam usar conceitos de bondade, simplicidade e pureza.
Exemplos de marca:

  • Johnson’s – www.youtube.com/watch?v=gRDJ9fhjXoQ

O Sábio
O Sábio busca ajudar as pessoas a compreenderem o mundo em que elas estão inseridas. Acredita em alcançar a felicidade e a liberdade através do conhecimento e da verdade.

Vendo-se como guardião da verdade e fonte de sabedoria, geralmente as marcas que se apoiam nesse arquétipo são marcas que expressam sua criatividade, aptidões intelectuais e tudo o que faça pensar e raciocinar.
Exemplos de marca:

  • Discovery Channel – “O mundo é nosso workshop”, “Explore o seu mundo”
  • Estadão – “Quer saber?”
  • Intel – www.youtube.com/watch?v=zfpIxhfQxy0

O Criador
O Criador busca ajudar as pessoas a criar algo novo, e quando presente nas pessoas elas se sentem compelidas a criar ou inovar.

No mundo dos negócios, todas as pessoas possuem uma forma de expressão por meio da criatividade, sendo esta exposta por meio de atividades como pinturas, artes plásticas, esculturas, decoração e outras mais. Com isso, as marcas Criadoras tendem a prestar alguma assistência às pessoas nessas tarefas.
Exemplos de marca:

  • Faber-Castell – “Sua companhia para escrever, desenhar e pintar”
  • Ikea – A loja de móveis de origem sueca é famosa por ter um modelo de negócios onde o próprio comprador monta seus móveis, sendo como um “Lego para adultos”
  • Lego – www.youtube.com/watch?v=BfhV3Q4LJPM

O Amante
O Amante quer ajudar as pessoas a não só dar, mas também encontrar o amor, principalmente através da conexão pessoal e da utilização dos 5 sentidos.

As marcas que utilizam esse arquétipo utilizam uma linguagem íntima que evidencia o prazer, atraindo e fascinando as pessoas, tanto física como emocionalmente. O amante deseja qualidade na marca que oferece, para potencializar o prazer dos seus clientes de viver, o seu prazer naquilo que consome.
Exemplos de marca:

  • Playboy 
  • Chanel – www.youtube.com/watch?v=8asRWe5XNw8

O Mago
O Mago quer ajudar as pessoas a influir na transformação da sua realidade, buscando conhecer e dominar as leis que regem o universo e as coisas. São marcas inovadoras, perspicazes e imaginativas, oferecendo esperança e acreditando no improvável.

No Marketing, o mago pode ser associado a empresas que curam ou que são relaxantes, ou até mesmo que são altamente tecnológicos pela sua capacidade de catalisar mudanças.
Exemplos de marca:

  • Netflix – “Muda tudo”
  • Red Bull – “Red Bull te dá asas”
  • Nubank – www.youtube.com/watch?v=A_SxeZb-sNw

O Herói
O Herói quer incentivar as pessoas a agir corajosamente, buscando provar seu valor por meio de ações ousadas e difíceis. O Herói vai atrás de melhora constante; ele inspira, impressiona e transforma.

O perfil de um consumidor nesse tipo de arquétipo costuma ser dinâmico, veloz e ágil, assim as marcas que pretendem explorar esse tipo de arquétipo precisam oferecer produtos que estejam ligados à aptidões e competências, ou que ofereça desafios ligados ao perigo e à velocidade, visto que as dificuldades vencidas o tornam referência.
Exemplos de marca:

  • Fedex – “O mundo, pontualmente”
  • Nike – “Just Do It”, www.youtube.com/watch?v=A1V02694Cd4

O Explorador
O Explorador busca ajudar as pessoas a manterem a sua independência, abraçando a liberdade e o espírito individualista. Pessoas que consomem essas marcas tem um perfil inquieto, que buscam produtos que auxiliem na sua jornada, ou seja, só é útil aquilo que vai torná-las livres, independentes e que não sejam produtos de rotina.

No Marketing, todas as marcas que oferecem um apelo pela aventura, uma quebra da jornada cansativa e estressante de trabalho e também das regras do dia a dia e da sociedade, são marcas que conquistam e são admiradas pelo explorador.
Exemplo de marcas:

  • Chilli Beans – “E se colocar pimenta?”
  • Levi’s – “Sob Medida para quem tem sede de mudança”
  • Mitsubishi – www.youtube.com/watch?v=IPv-oxJPVk8

O Fora da Lei
O Fora da Lei gosta de quebrar as regras, expressando a sua rebeldia e a sua vontade de ir contra o status quo. Para compreender seu apelo é necessário ter em mente que durante as fases de grande mudança em nossas vidas (Adolescência e Meia-idade) nosso psicológico está muito ligado à renovação.

É comum marcas jovens passarem esse tipo de arquétipo, visto que os jovens, na grande maioria, não gostam de seguir regras e querem conhecer o proibido.
Exemplos de marcas:

  • Harley Davidson – “Americano por nascimento, rebelde por escolha”
  • Apple – https://www.youtube.com/watch?v=cFEarBzelBs

O Bobo da Corte
O Bobo quer fazer as pessoas se divertirem, sendo verdadeiros a si mesmos e buscando viver a alegria do momento. Ele quer ser aceito, no entanto ele precisa que o grupo o aceite como ele é e qual é o seu jeito de encarar a vida, com seu jeito espontâneo e brincalhão.

Estas marcas nos ajudam a tornar situações chatas menos densas, não levando a vida tão a sério e trazendo um pouco de descontração. Seu espírito alegre e descompromissado permite que a inovação e a informalidade descompliquem as tarefas diárias, muitas vezes tediosas.
Exemplos de marcas:

  • M&M’s – “Derrete na sua boca, não nas suas mãos”
  • SKOL – www.youtube.com/watch?v=kcE66cTB0Ug 

Nos da Ação Júnior nos apoiamos nos Arquétipos de Jung para criar estratégias de diferenciação e comunicação para nossos clientes, e nos colocamos a disposição de ajudá-lo a tornar a sua empresa, uma empresa que se comunica da maneira certa com seus clientes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Farid Londono
Presidente da Ação Júnior e estudante de Administração na Universidade Federal de Santa Catarina.
Farid Londono

Farid Londono

Diretor de Projetos em Ação Júnior
Presidente da Ação Júnior e estudante de Administração na Universidade Federal de Santa Catarina.
Farid Londono

Leave a Comment