saiba onde investir através de uma pesquisa de mercado

Saiba onde investir através de uma Pesquisa de Mercado

In Marketing by Reinaldo HeckLeave a Comment

No mercado tão competitivo que vivemos hoje, sabemos da importância em alocar investimentos em algo que nos trará retorno. Muitas vezes nos preocupamos com o que está acontecendo dentro da nossa organização e nos esquecemos de analisar o ambiente externo e suas oportunidades e ameaças. A pesquisa de mercado é a maneira mais eficiente para traçar estratégias na hora de decidir se devemos continuar investindo em determinado produto ou na abertura de um novo negócio.

Por que fazer uma pesquisa de mercado?
Quer abrir um novo negócio e não sabe se terá público alvo? Não sabe se deve continuar investindo em um produto? Quer saber novas tendências de mercado e qual rumo seu negócio deve seguir?

Essas são algumas perguntas que podem ser respondidas através de uma pesquisa de mercado. Quando realizada corretamente, ela oferece informações consistentes, que somadas à experiência do empreendedor, tornarão o processo de decisão mais embasado e preciso. Sendo assim, a pesquisa de mercado traz o conhecimento necessário para saber onde o dinheiro investido terá mais retorno e quais os riscos podem aparecer ao longo da sua jornada.

Abaixo mais algumas situações em que uma pesquisa de mercado auxiliará na tomada de decisão:

  • Expandir a área geográfica de atuação;
  • Entrar em novos segmentos de mercado ou canais de distribuição;
  • Dimensionar a equipe de vendas;
  • Qual a melhor localidade para sua empresa;
  • Definir qualidade e variedade dos produtos e serviços a ser comercializados;
  • Definir os meios de divulgação mais adequados;
  • Ajustar preços.

Como fazer uma pesquisa de mercado?
Criamos um passo a passo para ajudá-lo com sua pesquisa de mercado:

1. Definição do problema
Primeiramente, defina quais os objetivos da pesquisa e quais perguntas você quer responder ao final dela.

2. Elaboração do plano de pesquisa
Existem inúmeros métodos a serem utilizados para fazer uma pesquisa de mercado; pode-se utilizar dados primários – pesquisas que você realizou – ou dados secundários – pesquisas originadas de outros estudos que estão à disposição na internet, por exemplo. Dentro dessas duas fontes de dados, existem as seguintes formas para obtenção de dados: aplicação de questionários, entrevistas, cliente oculto, observação, entre outros. Nessa etapa escolha qual ou quais métodos serão usados na pesquisa e como realizá-los.

3. Questionário de pesquisa
Caso seja definido que serão utilizados dados primários, elabore e revise as perguntas do questionário, defina qual forma de aplicação será mais eficiente e teste em pequena escala a aplicação do questionário (pré-teste).

4. Aplicação da pesquisa
Nesta etapa será aplicada a pesquisa ou a obtenção de dados secundários, conforme a decisão tomada na elaboração do plano de pesquisa. Após a obtenção dos dados, tabule os mesmos, organize em tabelas e gráficos e realize cálculos de médias e aproximações.

5. Avaliação dos resultados
Na quinta etapa, será feita a análise de todos os dados obtidos através das pesquisas. Depois disso, faça um relatório de conclusão da pesquisa.

6. Tomada de decisão
Após a finalização do relatório de conclusão da pesquisa, é hora de tomar uma decisão a partir da análise dos dados levantados.

Análise SWOT para enriquecer sua pesquisa de mercado
Para deixar sua decisão mais embasada, é aconselhável elaborar uma matriz SWOT com os dados obtidos e a análise de outros fatores que influenciam na resolução do problema definido. A matriz SWOT é uma ferramenta muito utilizada na gestão e planejamento estratégico de organizações, mas pode também ser utilizada em qualquer tipo de análise que se busca ter uma visão micro e macro de determinada situação. O termo SWOT é uma sigla oriunda do inglês Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats, que significa Forças, Fraqueza, Oportunidades e Ameaças, respectivamente. Saiba mais sobre a matriz SWOT e suas aplicações.

Iremos começar pelo ambiente interno. Nele, serão analisados fatores que sua empresa tem o poder de controlar:

Forças: Elementos e características do seu ambiente interno que lhe traz vantagem sobre a concorrência. Exemplo: uma hamburgueria com um valor mais elevado que as demais, localizada em um bairro de classe alta.

Fraquezas: Elementos e características do sem ambiente interno que lhe traz desvantagem sobre a concorrência. Exemplo: uma transportadora que tenha uma frota de veículos muito antiga e precise gastar muito com a manutenção dos seus veículos.

Por fim, no ambiente externo, iremos analisar fatores sobre os quais sua empresa não tem controle. Como consequência, estes fatores resultam em oportunidades e/ou ameaças:

Oportunidades: Quando algum fator externo cria um cenário favorável para a sua empresa. Exemplo: a realização de algum evento em frente ao seu restaurante que irá durar uma semana e irá trazer muitas pessoas.

Ameaças: Quando algum fator externo cria um cenário desfavorável para a sua empresa. Exemplo: a criação de uma lei que obrigue as empresas de cigarro a colocarem as suas conseqüências atrás do rótulo.

Após a análise do ambiente interno e externo, deve-se criar uma matriz com o intuito de verificar se possuímos mais forças e oportunidades ou fraquezas e ameaças e quais riscos teremos.

 
Hoje entendemos a importância de uma pesquisa de mercado para o futuro o de sua empresa. Empresas que estão atentas a oportunidades e ameaças do mercado, sempre estão um passo a frente da concorrência, e isso pode determinar seu sucesso ou fracasso no mundo dos negócios. Converse com a Ação Júnior e descubra como podemos ajudar no crescimento da sua empresa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Reinaldo Heck

Diretor de Marketing na Ação Júnior e estudante de Administração na Universidade Federal de Santa Catarina

Leave a Comment