ponto de equilíbrio financeiro
ponto de equilíbrio financeiro

|

Ícone-Calendário

Como calcular o ponto de equilíbrio financeiro

04 / 04 / 2022

Equilíbrio é quando duas forças atuam sobre um sistema anulando-se mutuamente. Em outras palavras, é a posição estável de algo. Assim sendo, no empreendedorismo, quando uma empresa atinge o ponto de equilíbrio financeiro, significa que ela atingiu uma posição de faturamento estável. 

Também chamado breakeven point, o ponto de equilíbrio financeiro não é, então, uma meta, mas sim uma referência. Esta ajudará a empresa a atingir o seu objetivo final, isto é, o lucro

Continue a leitura para entender melhor o que é o ponto e equilíbrio econômico. 

O que é ponto de equilíbrio financeiro ou breakeven?

Como estávamos falando, anteriormente, o ponto de equilíbrio financeiro é, então, um resultado de uma conta matemática, onde os custos e despesas de uma empresa se iguala a receita total. 

Veja, aqui não estamos falando de lucratividade, ainda. Falamos apenas de uma situação financeira de uma empresa que indica que a mesma está apta para o crescimento. 

VEJA TAMBÉM:

Diferença entre ponto de equilíbrio financeiro e ponto de equilíbrio contábil

A principal diferença entre o ponto de equilíbrio financeiro e o ponto de equilíbrio contábil é que o primeiro não considera a depreciação dos ativos da empresa. Assim sendo, ele torna-se a análise mais confiável em relação a situação real da empresa.

Por outro lado, o ponto de equilíbrio contábil são levados em consideração todos os custos de funcionamento da empresa. Ele é o tipo mais utilizado no dia a dia dos gestores de empresas, tanto pelo fato de considerar todos os gastos, como pelo fato de ser mais simples. Sua fórmula é a seguinte: 

Ponto de equilíbrio contábil = Custos e despesas fixas ÷ Margem de contribuição, sendo que a margem de contribuição leva a fórmula Receita – Custos e despesas variáveis.

Diferença entre ponto de equilíbrio financeiro e ponto de equilíbrio econômico

Já a diferença do ponto de equilíbrio financeiro para o econômico é que no econômico, a empresa, além de estimular o objetivo de breakeven point, tem que estipular um valor de lucro que será direcionado para investidores ou capital próprio. 

A fórmula do ponto de equilíbrio econômico é: 

Ponto de equilíbrio econômico = Custos e despesas fixas + Lucro mínimo ÷ Margem de contribuição

Por que calcular o ponto de breakeven

A principal razão para fazer o cálculo do ponto de equilíbrio financeiro é o fato de que ele é, como já dito em parágrafo anterior, uma referência para seu objetivo final, que é o aumento da lucratividade da sua empresa. 

Além disso, manter uma boa gestão financeira te auxiliará no planejamento de estratégias que irão contribuir para alcançar a meta de crescimento econômico da empresa. 

O cálculo de receita e despesas é fator essencial na definição de preço de produtos e serviços, de quanto a empresa terá que vender para não ter prejuízos, se a ação ou a nova aposta da empresa realmente será lucrativa, etc. 

Variáveis do cálculo de breakeven

Para descobrir qual é o ponto de equilíbrio financeiro da sua empresa existem diversas maneiras. 

A primeira delas é por meio de uma equação, cuja fórmula considera os custos fixos, os custos variáveis e o lucro líquido. Vale lembrar que para saber quais são esses valores é indispensável manter um plano de contas onde você inclui todos os seus gastos e ganhos. 

A segunda maneira de descobrir como calcular o breakeven point é através da margem de contribuição, dividindo, portanto, o valor dos custos somados ao lucro pela margem de contribuição. 

Por fim, o último método para chegar ao valor do seu breakeven point é por meio de um gráfico, onde você colocará os valores de faturamento, custos, etc. Assim, você consegue encontrar o ponto de equilíbrio financeiro, o ponto de equilíbrio contábil e o ponto de equilíbrio econômico. A vantagem do método é a facilidade de visualização do objetivo. 

Despesas fixas

As despesas fixas, em resumo, são as despesas essenciais para manter a empresa em funcionamento. São, portanto, as contas de água, luz, internet, aluguel do escritório ou ponto de venda, salário de funcionários, entre outras. 

Vale lembrar que as despesas com materiais para produção não entram neste cálculo, ou seja, a matéria-prima do seu produto não é considerada aqui. Isso ocorre porque você deve incluir esses custos no preço final do produto. 

Margem de contribuição

A tão falada margem de contribuição, utilizada para identificar o breakeven point nada mais é do que o valor bruto da venda dos seus produtos ou serviços. Ela é importante, pois, é por meio dela, que se define o valor das vendas dos produtos. 

Para calcular a margem de contribuição, deve-se somar os custos de produção e as despesas variáveis. É em cima destes que você incluirá o valor adicional que será utilizado para o pagamento das contas fixas e para o cálculo da lucratividade da empresa. 

Então, por exemplo, uma empresa com um faturamento de R$ 200.000,00 por mês, cujos custos fixos são R$ 120.00,00 e os custos variáveis são R$ 40.000,00, a margem de contribuição é de R$ 40.000,00. 

  • margem de contribuição = 200.000 – (120.000 + 40.000)
  • margem de contribuição = 200.000 – (160.000)
  • margem de contribuição = 40.000

Se nesse caso forem vendidos 10 mil produtos, 40.000: 10.000= 4. Ou seja, a margem de contribuição individual, isto é, por produto, é 4. 

Fórmula do ponto de equilíbrio financeiro

Encontrada a margem de contribuição é o momento de entender a fórmula do ponto de equilíbrio financeiro utilizando a margem de contribuição, que é a seguinte: 

Ponto de equilíbrio = Despesas fixas / margem de contribuição

Vale lembrar que, se o seu cálculo for o do ponto de equilíbrio financeiro, você não considera a depreciação dos seus ativos e os gastos não desembolsáveis. 

Já se você estiver fazendo o cálculo do ponto de equilíbrio econômico você deverá acrescentar o percentual do custo de oportunidade, que é o lucro dos investidores ou capital próprio. 

Por fim, no ponto de equilíbrio contábil basta considerar a depreciação dos seus ativos e os gastos não desembolsáveis. 

Como aplicar a fórmula à sua empresa

Para aplicar o cálculo de ponto de equilíbrio na sua empresa, é importante, em primeiro lugar, identificar os valores na fórmula: Ponto de equilíbrio = Despesas fixas / margem de contribuição. 

Encontrados os valores, o primeiro passo a se tomar para aplicar em sua empresa e garantir o ponto de equilíbrio financeiro é a redução do custo de produção. 

Com a redução desses custos, reduz-se também a margem de contribuição. Dessa maneira, o cálculo do breakeven point fica menor. 

Em seguida, você deverá colocar a margem de contribuição em decimal, e por fim, aplicá-la a fórmula. O resultado indicará quanto de receita bruta você deve ter na empresa para atingir o breakeven point. 

Quais os principais erros da gestão financeira

Um dos erros mais comuns ao realizar este cálculo é deixar de lado alguns custos fixos, como aluguel, IPTU, salários, etc. 

Portanto, é imprescindível atentar-se a este ponto, a fim de fazer um planejamento financeiro mais assertivo. 

Por que investir na gestão financeira da sua empresa

Apesar de agora você estar informado ou informada sobre como se organizar, quais despesas e receitas considerar para atingir o ponto de equilíbrio financeiro em seu negócio, ainda é, de certa forma, complexo de entender como aplicá-lo. 

No entanto, é importantíssimo procurar informações sobre o assunto e estudá-lo, a fim de garantir um caminha para o aumento da lucratividade e o crescimento do seu empreendimento. 

Vale também procurar uma consultoria especializada que possa te auxiliar nos cálculos e nas tomadas de decisão. 

Afinal, investir para que sua empresa cresça deve ser a mentalidade de todo empreendedor. 

A Ação Júnior consultoria em gestão também pode te auxiliar nesse sentido. 

Clique aqui para conhecer melhor nossos serviços 

Gostou dos conteúdos e quer
aplicar na sua empresa?

Precisa de ajuda?