|

Ícone-Calendário

Você sabe qual preço cobrar sobre seu produto?

13 / 02 / 2020

A insegurança sobre qual preço cobrar é muito comum em todas as empresas. Infelizmente a realidade do empreendedor em nosso país é caótica. É necessário dar conta das diversas áreas da empresa, a vida em família e muitas vezes não há tempo para estudar quais as melhores formas de precificar o seu produto. Neste post, você encontrará de maneira resumida quais são os principais aspectos que você deve levar em conta para definir o seu preço de venda, como seus custos, seu salário, sua margem de lucro, as características de seu cliente e sua concorrência. O objetivo é que ao final do texto você descubra se sabe, ou não, qual preço cobrar pelo seu produto.

  • Levantando os custos

Fechar o mês com as contas em dia é tudo que um empreendedor quer. Por isso, antes de tudo, é importante que você saiba quais são seus custos diretos (que variam de acordo com o seu volume de produção ou de vendas) e indiretos (que não dependem da quantidade de produção ou de vendas). A partir deles, é possível descobrir qual a receita necessária para cobrir todos os seus custos.

  Você poderá utilizar estes valores para dimensionar a margem de contribuição de cada venda de seu produto/serviço. Para entender melhor o que ela é e como calculá-la, leia o seguinte artigo. Ter tal margem calculada pode ajudá-lo a garantir que não existirão prejuízos e observar se seus custos estão mais altos do que o desejado, o que é essencial quando não se quer aumentar o preço de venda.

  • A margem de lucro

Agora estamos no zero a zero. Já sabemos o quanto de receita precisamos para cobrir todos os nossos custos. Para que seu negócio seja vantajoso, ele precisa dar lucro. Antes de tratarmos propriamente de como calcular sua margem de lucro, é importante salientar que o lucro não é o salário do empreendedor, você deve reservar um valor mínimo para si todo mês e assim separar o dinheiro da empresa de seu dinheiro. Você pode entender melhor a importância de controlá-los separadamente e receber algumas dicas neste link.

O lucro nada mais é do que as vendas totais subtraídas dos gastos variáveis totais e gastos fixos. Porém defini-lo não depende somente do quanto você deseja ganhar, depende também do quanto seu cliente está disposto a pagar e da sua concorrência. 

  • O cliente

Ao pretender aumentar a margem de lucro, é necessário levar em conta o quanto o seu cliente ideal (público-alvo) está disposto e tem condições de pagar. Quando, em busca de uma maior margem de lucro, se aumenta o preço de venda, é  possível que seu volume de vendas baixe, fazendo com que suas receitas sejam ainda menores quando comparadas ao volume de vendas com a margem de lucro menor.

 

  • A concorrência

Outro fator que deve ser levado em consideração é o preço praticado pela concorrência. Quanto menor o nível de concorrência de seu mercado, menos poder o consumidor terá de escolher e, consequentemente, você terá um pouco mais de liberdade para definir o preço, mas ainda é importante que se tome cuidado com o preço praticado pelo mercado e o quanto seu consumidor pode pagar. 

Você deve estar se perguntando: como posso cobrar um preço um pouco mais elevado em um mercado com alta competição? Preço e valor são duas coisas diferentes, mas que são altamente interligadas. Se do ponto de vista dos consumidores, o seu produto obter o mesmo valor do que de seus competidores, você provavelmente terá problemas se cobrar um preço maior. A solução neste caso, seria agregar valor ao seu produto para que, então, seu cliente esteja disposto a pagar mais pelo seu produto. Um grande exemplo disso é a Apple, que possui quase R$4 trilhões de valor de mercado, que consegue cobrar preços mais elevados por ter construído uma imagem que agrega mais valor aos seus consumidores quando comparada com  seus concorrentes.

  • Que tal uma precificação embasada?

Como explicado neste artigo, uma precificação embasada é extremamente importante tanto para a saúde de sua empresa quanto para seu sucesso nas vendas. Porém, é uma tarefa que demanda tempo e estudo. Por isso, estamos dispostos a te ajudar. Entre em contato conosco, através de nosso e-mail marketing@acaojr.com.br e marque um diagnóstico grátis e assim poderemos usar nossos 30 anos de experiência no mercado para oferecer as melhores soluções para sua empresa. 

Escrito por Gustavo Silva Porto

Gostou dos conteúdos e quer
aplicar na sua empresa?

Precisa de ajuda?